Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Novamente Geografando

Este blog organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

Novamente Geografando

Este blog organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

LONDRES: É O PRINCÍPIO DO FIM PARA OS AUTOCARROS A DIESEL A CIRCULAR NA CIDADE

Mäyjo, 05.02.17

londres

Londres está empenhada em tornar-se numa cidade mais amiga do ambiente, e para isso vai apostar na renovação da frota de autocarros da capital. Com o objectivo de tornar a mobilidade londrina num exemplo de baixo impacto ambiental, vai ser lançado um autocarro com dois andares movido apenas com a energia do hidrogénio.

 

anúncio feito recentemente mostra que a cidade tem a intenção de ter a maior frota de autocarros públicos isentos de emissões de gases de estufa de toda a Europa. Pela mão do presidente da Câmara londrina, Sadiq Khan, foi tornado público que dentro em breve todos os autocarros com um andar da cidade terão zero emissões poluentes.

Conhecida pelos elevados níveis de poluição atmosférica, provocados em grande parte pelo abundante trânsito da cidade, espera-se que a medida agora divulgada consiga reduzir os níveis de poluição da capital inglesa.

Para além da mudança nos autocarros públicos, a cidade tem vindo igualmente a investir na criação de ciclovias e no apoio da mudança de táxis convencionais para veículos eléctricos.

Foto: larapci / Creative Commons

LONDRES: SÓ NOS PRIMEIROS CINCO DIAS DO ANO, CIDADE EXCEDE LIMITES DE POLUIÇÃO PARA 2017

Mäyjo, 11.01.17

londres

Só nos primeiros cinco dias de 2017, a capital inglesa ultrapassou o limite máximo de contaminação ambiental definido pela União Europeia.

 

Os dados divulgados recentemente indicam que o limite estipulado pela legislação europeia exige que a concentração máxima de dióxido de nitrogénio (NO2) no ar não exceda os 200 microgramas por metro cúbico mais de 18 vezes ao longo de um ano em qualquer área da cidade. Ora, apenas na primeira semana do ano Londres, em especial no bairro de Lambeth, os níveis de concentração de NO2 tinham já ultrapassado esta meta.

O estudo realizado pela King’s College, mostra que também no bairro de Putney, sudoeste da cidade, as normas ambientais definidas pela União Europeia não estavam a ser cumprida, pela elevada contaminação de NO2, substância que provoca problemas graves de coração e pulmões.

Para combater esta situação, responsáveis pela autarquia londrina anunciaram que em breve serão instaladas dez zonas de autocarros de baixas emissões, com o objectivo de melhorar a qualidade do ar nas áreas mais problemáticas da cidade. Com a introdução desta medida adicional, espera-se que os níveis de NO2 pela cidade diminuam cerca de 84%.

Para o futuro, os responsáveis políticos da cidade falam em mudanças profundas na cidade, tal como a criação de uma zoa de emissões ultra-baixas (ULEZ). Neste local os meios de transporte terão sujeitos a rigorosas medidas para controlar as emissões de poluentes, tais como pagar uma outra taxa diária.

Foto: David Fernandez Vergara / via Creative Commons 

OS MURAIS QUE ALERTAM PARA O PROBLEMA DO COLAPSO DAS COLÓNIAS DE ABELHAS

Mäyjo, 30.11.16

foto_1

Louis Masai Michel é um artista urbano que pinta murais para alertar para o problema do colapso mundial das colónias de abelhas. A morar em Londres, Masai Michel começou a pintar paredes com imagens alusivas ao distúrbio do colapso das colónias de abelhas no último ano um pouco por toda a capital inglesa.

 

O artista transformou o que começaram por ser intervenções artísticas pontuais num projecto de conservação da espécie: #SavetheBees. Com a ajuda de Jim Vision, outro artista, Masai Michel intensificou as suas intervenções artísticas e começou a pintar abelhas de todos os tamanhos, desde abelhas meticulosamente detalhadas a enxames. Juntamente com as abelhas, Masai Michel escreve frases que alertam para os perigos de permitir que as populações de abelhas diminuam drasticamente e acabem por se extinguir.

A popularidade crescente das suas intervenções permitiu já a Masai Michel levar as suas abelhas a outras cidades britânicas bem como norte-americanas e europeias.

Veja algumas das intervenções de Louis Masai Michel.

 

Veja a cidade de Londres completamente vazia

Mäyjo, 20.03.16

londres_g

A megacidade de Londres... vazia

 

REINO UNIDO: PRIMEIRA PISCINA PÚBLICA NATURAL VAI RECORRER A PLANTAS PARA ASSEGURAR LIMPEZA

Mäyjo, 19.04.15

Of Soil and water: King’s Cross Pond Club